quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Barnabé Tu És Meu


Sinopse:

Barnabé, acidentalmente, carimba numa das mãos a estrela de David, a marca do sexto herdeiro de Salomão, que está sendo procurado pela princesa Zuleima. Agora ele terá que casar com a garota, ou será decapitado.


Elenco:

Oscarito ... Barnabé
Grande Otelo ... Abdula
Fada Santoro ... Zulema
Cyl Farney ... Mário
José Lewgoy ... Garcia
Renato Restier ... Salomão
Adelaide Chiozzo ... Antonieta
Emilinha Borba ... Rosita
Pagano Sobrinho
Dionisio Alves
Badeco
Cuquita Carballo
Francisco Carlos
Noel Carlos
Ilídio Costa
Ivon Cury
Francisco Dantas

Ficha Técnica:

Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 102 minutos
Ano de Lançamento: 1952
Estúdio/Distrib.: Europa Filmes
Direção: José Carlos Burle


Download Link Direto (Avi, Pacote de Link's)


Agradecimentos ao Bruno, que compartilhou os Link's.



.

6 comentários:

Jair E. disse...

Agora a coisa começou a melhorar! Nada como uma boa comédia ingênua de Oscarito e Grande Otelo! Grato.

hanscartwright disse...

um ótimo filme da fase ATLÂNTIDA, eu tinha uma cópia baixada pelo site ARQUIVOS SONOROS, muito ruim, e esta aqui está bem melhor tanto som como imagem.
Interessante é que a Europa DVD lançou alguns raros títulos desta fase adorável do cinema nacional, entre eles OS DOIS LADRÕES de 1960, onde Oscarito interpreta várias facetas, de bebê à freira e ele junto com Cyll Farney aplicam golpes em milionários hospedados no hotel Quintandinha. A próxima vítima seria a excelente EMA D'ÁVILA, irmã de WALTER D'ÁVILA, e em uma cena Oscarito se disfarça de mulher tentando imitar outra ricaça do hotel, interpretada por EVA TUDOR, bem novinha ainda. Numa cena antológica os dois se encontram no corredor do hotel e EVA TUDOR pensa estar diante de um espelho...essa cena tem um humor digno dos Marx Brothers.
Foi realmente um dos melhores projetos realizados sob a direção eficiente e capacitada de CARLOS MANGA.Vou torcer para que possa ser postada aqui também.

Markito disse...

hanscartwright

belo texto meu caro.

Abçs

Markito disse...

Jair.

Só agora que tá bom??

E os outros 850 títulos...não te agradam?

hanscartwright disse...

Apesar de marcante, a dupla entre Oscarito e Grande Otelo não foi muito longe, com cerca de 14 filmes em que estrelavam como dupla principal. Os problemas particulares de Grande Otelo vinham à tona em muitas dessas filmagens culminando com CARNAVAL DE FOGO, quando sua primeira espôsa, Lucia Maria matou seu filho adotivo e se suicidou...O drama levou Grande Otelo à uma forte crise de alcoolismo(de que sua mãe era vítima) e conturbou sua relação com o espanhol Oscarito, mais dedicado à profissão e que exigia mais responsabilidades do parceiro.
Em Matar ou Correr, uma briga feia entre os dois terminou a parceria e nunca mais atuaram juntos.
Oscarito era mais brincalhão pessoalmente, e por causa disso, em casa, divertindo sua espôsa, a atriz Margot Louro(que fez sua espôsa também no filme ESSE MILHÃO É MEU)e seus 2 filhos, tentou dar o seu pulo tradicional, sofrendo um acidente vascular que culminou com seu falecimento em 1970, 10 dias antes de completar 64 anos. A dupla Otelo e Oscarito ainda apareceram no filme Crônicas da Cidade Amada, mas em episódios separados. Eles nunca mais se falaram desde Matar ou Correr.
Eis a lista dos filmes que atuaram juntos:

Noites Cariocas(1935)
Céu Azul (1940)
Tristesas Não Pagam Dívidas (1944)
ps-1ºfilme de Oscarito na Atlântida.

Não Adianta Chorar (1945)
ps-considerado o 1ºfilme de Oscarito e Grande Otelo como dupla principal

Fantasma por Acaso (1946)
Esse Mundo é um Pandeiro (1947)
E o Mundo Se Diverte (1948)
É Com Esse Que Eu Vou (1948)
Carnaval de Fogo (1949)
Caçula do Barulho (1949)
Não É Nada Disso (1950)
Aviso Aos Navegantes (1950)
Barnabé Tu És Meu (1952)
Carnaval Atlântida (1952)
Três Vagabundos (1952)
Dupla do Barulho (1953)
Matar ou Correr (1954)
Crônica da Cidade Amada (1965)

O resto da filmografia de ambos foram separados, sendo que tentaram formar uma nova dupla para Grande Otelo com Ankito após Matar ou Correr.

Lamash disse...

Excelente blog!

Definitivamente, o maior e melhor de filmes brasileiros que podemos encontrar na rede.

Parabéns!