quarta-feira, 23 de junho de 2010

Saneamento Básico, O Filme


Sinopse:

A comunidade da Linha Cristal, uma pequena vila de descendentes de colonos italianos na serra gaúcha, reúne-se para tomar providências sobre a construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Uma comissão é escolhida para pleitear a obra junto à sub-prefeitura. Após ouvir a reivindicação, a secretária da prefeitura reconhece a legitimidade da solicitação, mas afirma que não dispõe de verbas para obras de saneamento básico até o final do ano. No entanto, a prefeitura tem quase dez mil em verbas para a produção de um vídeo. A verba veio do governo federal e, se não for gasta, terá que ser devolvida. A comunidade decide então fazer um vídeo sobre a obra. A prefeitura apóia a idéia da realização do vídeo e da utilização da verba para a obra, que seria um absurdo devolver, mas esclarece que, para requerer a verba, a comunidade deve apresentar um roteiro e um projeto do vídeo, e que a verba era necessariamente para obras de ficção. Os moradores da Linha Cristal passam então a fazer um vídeo de ficção que, segundo interpretações, é um filme de monstro, ambientado nas obras de construção de uma fossa, com o único objetivo de usar a verba para as obras. O que eles não esperavam é que a produção do vídeo fosse se tornando cada vez mais complexa e interessante.

Elenco:

Fernanda Torres ... Marina
Wagner Moura ... Joaquim
Camila Pitanga ... Silene
Bruno Garcia ... Fabrício
Tonico Pereira ... Antônio
Janaina Kremer ... Marcela
Lázaro Ramos ... Zico
Paulo José ... Otaviano

Ficha Técnica:

Título no Brasil: Saneamento Básico - O Filme
Título Original: Saneamento Básico, O Filme
País de Origem: Brasil
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 112 minutos
Ano de Lançamento: 2007
Estréia no Brasil: 20/07/2007
Site Oficial: http://www.saneamentobasicoofilme.c om.br
Estúdio/Distrib.: Columbia Tristar
Direção: Jorge Furtado




Download Link Direto (Rmvb, 376Mb)




.

2 comentários:

Teresa disse...

esse filme é mto bom!!

Osmar R. Junior disse...

Excelente filme!
Paulo José, está impagável, só quem não viu ainda não sabe o que está perdendo. Um dos melhores filmes nacionais que vi ultimamente.